Saiba mais

O avanço da tecnologia está proporcionando às instituições de ensino muitas inscrições para o ensino a distância. Como já falamos em artigos anteriores, o número de alunos EAD só aumenta a cada dia - consequentemente, o número de professores e tutores segue a mesma curva de crescimento. No entanto, quais são as competências indispensáveis destes profissionais? Esse é o assunto deste artigo. Boa leitura!

 

1 - Estímulo do aprendizado

O tutor deve pensar em como o aluno pode aprender de forma mais eficiente, em vista, que o ambiente em sala de aula - mais conhecido como ambiente virtual de aprendizagem ou AVA - pode ser limitado. É necessário auxiliar e apoiar o aluno a explorar novas formas de aprendizado, que vão além das tradicionais, como a participação em fóruns, quizzes e exercícios.

Uma função essencial para o estímulo a aprendizagem, é caracterizada pela comunicação eficiente e efetiva, que envolve o relacionamento interpessoal, incentivando a participação, a colaboração e o trabalho cooperativo.

 

2 - Criatividade ao ensinar

O professor de EAD deve ter como objetivo incentivar a aprendizagem e o interesse do aluno por novos conteúdos, além dos existentes no ambiente virtual. O estudantes da educação a distância é diferente do estudante do presencial.

Adotar o microlearning na elaboração de aulas tem sido uma forma criativa de distribuir e acelerar a assimilação do conteúdo. Produzir vídeos de 2 a 15 minutos, pode aumentar o dinamismo das aulas.

Dado Guimarães, CAO (Chief Academic Officer) do InterGroup, em seu artigo, afirma também a necessidade de ser breve e bonito. “Para competir pela disputada atenção e pelo tempo escasso os treinamentos devem ser sucintos, intuitivos e com um belo design.

Estamos acostumados a usar aplicativos e acessar sites com belos layouts e conteúdos bem produzidos; na hora de estudar é natural que queiramos ter uma experiência na mesma altura”, afirma Dado.

 

3 - Comunicação eficiente e Domínio da linguagem

O domínio da ortografia e da gramática é um dos requisitos de extrema importância, visto que um de seus papéis é a constante comunicação com os alunos. Por isto, é fundamental que saiba se expressar com clareza e objetividade para que não haja ruídos na comunicação.

Além disto, o tutor é responsável pela correção e condução dos alunos, além da produção do conteúdo trabalhado na sala virtual.

 

4 - Aprender com os alunos e respeitá-los

O ensino tradicional e hierárquico passou a dar lugar para um aprendizado recíproco e interativo. Deve ter a humildade para entender que há pessoas com vasto conhecimento e experiências, que são capazes de transmitir compartilhá-los.

Estudo do IBGE indicou que 2,5 milhões de pessoas com ensino superior completo estão fora do mercado ou trabalhando menos horas do que gostariam. Mais ainda, de 1,7 milhão de profissionais com formação universitária e ingressaram no mercado de trabalho formal entre 2013 e 2018, 318 mil aceitaram posições em ocupações que demandavam apenas o ensino fundamental completo ou o médio incompleto no início do período da pesquisa.

Deixando cada vez mais explícito um aprendizado mútuo, uma troca de experiências entre tutor e aluno e o crescimento de ambos.

 

- Para entender mais sobre afetividade e empatia na didática do professor, assista ao Webinar do TEO.

- Para saber o que é o TEO e como queremos transformar a educação com ele, clique aqui.

 

5 - Conhecimento técnico

Por fim, é necessário que o professor tenha o conhecimento do conteúdo disponibilizado e das plataformas utilizadas, mantendo-se constantemente atualizado e informado.

Ser paciente e um bom ouvinte. Além do lado profissional também é imprescindível a sensibilidade do mesmo para com o aluno, pois existem vários níveis de aprendizado, e pessoas com habilidades e características diferentes.

O suporte ao aluno deve ser feito com responsabilidade, o tutor deve dominar o assunto para poder replicar e ensinar aos alunos, ter paciência para ouvir, entender as complicações e as dificuldades dos alunos no momento de aprendizado, e sempre estar disponível ao seu trabalho.


Gostou das dicas? Esperamos que tenha gostado, sinta-se à vontade para fazer comentários, tirar suas dúvidas e compartilhar. Até a próxima!

 

Topics: educação a distância, Professor de EAD, empatia, Professor, tutor